Teoria do Futebol

Tudo sobre Futebol, os metodos, os conceitos, os princípios, 
os processos e toda a organização tatica do futebol!

O que realmente é importante para a formação de jovens jogadores? Paixão pelo jogo

 

Não adianta dizer que tudo é feito com trabalho árduo, com sacrifício, ou como alguns assim o entendem, por obrigação. Fazemos muitas coisas por obrigação, mesmo para alguns de nós que não trabalhamos no futebol. Infelizmente, nem todos podemos escolher aquilo que mais gostamos de fazer e conseguir chegar ao sucesso. No futebol, não compreendo porque alguns treinadores querem ensinar organização tática a jovens com 9 anos, que mal tem noções de coletivo, de espaço, de sacrifício, entre outros. Nem compreendo porque um pai entende que o seu miúdo devia jogar para treinar, quando nos treinos treina muito mais tempo que no jogo. Os direitos dos miúdos não são iguais para todos?

Uma das coisas mais importantes que temos nas nossas vidas e que nos leva longe é a paixão por aquilo que fazemos, sem importar a área em que trabalhamos. Nenhuma das pessoas mais ricas ou de maior sucesso conseguiu chegar a patamares altos a odiar aquilo que faz. Infelizmente, muitos pais olham para os seus filhos como se fossem um robot, manipulando o jovem à sua imagem, sentindo que o jovem deve evoluir igual como eles aprenderam. Não há nada de errado um pai lutar para ver o seu filho crescer, mas o mundo é muito maior do que aquilo que um pai consegue ver em seu redor, e é isso que muitos pais precisam perceber.

Existem vários encarregados de educação que não percebem nem querem perceber que o crescimento do seu filho não se faz pela competência das atividades que realiza, pois juventude não é um emprego. É a fase mais importante das nossas vidas, e que não vamos nunca repetir. É na juventude que construímos das bases da nossa vida, e por isso, ser jovem não é um emprego. É uma fase da vida, onde a evolução do jovem é muito mais complexa do que apenas ser competente em alguma coisa.

 

Um miúdo de 8 anos, se adquirir paixão pelo jogo, aquilo que ele vai fazer é procurar vídeos de grandes jogadores e tentar imitar os seus gestos técnicos, fazer de conta que está a jogar pela sua equipa favorita e dar tudo pela sua equipa, ter sempre energia para jogar mais, mais e mais, e não se importar com uma derrota, porque acredita que no jogo seguinte, irá ganhar. Tudo isso é suficiente para evoluir muito mais do que qualquer treinador no mundo inteiro pode oferecer. Tudo o que os treinadores podem fazer é ensinar a jogar, mas apenas a paixão orienta a criança para querer evoluir muito mais, ainda que a própria criança não perceba isso. Provavelmente, tudo o que imagina é ser o melhor do mundo.

 

Paixão pelo jogo, acreditar que pode chegar longe, tudo isso se transforma numa vontade indomável numa criança em se tornar profissional, ainda que essa criança nem sequer tenha noções daquilo que é ser profissional. Já vi miúdos a chorar por acabar o treino, e acredito que se lhes forem dadas oportunidades, tal é a sua paixão pelo jogo, se podem tornar excelentes jogadores de futebol. Competência é aquilo que procuramos na idade adulta. O gosto pelas coisas é o que devemos mostrar na idade jovem. Qualquer miúdo precisa aprender que vale a pena viver, e o desporto pode melhorar consideravelmente a vitalidade da criança para a vida.

 

Ambição, lealdade pela atividade, total seriedade, autoconfiança, como uma criança adquire tudo isso sem gosto pelo que faz?

Assine agora e receba todas as novidades por e-mail

E faça download do ebook 72 exercícios para as fases do jogo imediatamente. Clique aqui para saber mais
endereço de email
*
campayn