Connect with us

Modelo de jogo

Modelo de jogo apoiado no sistema tatico 4-3-3

Após a longa e contínua aprendizagem acerca organização tática, e após a análise da relação entre o modelo de jogo e o clube, decidimos publicar um artigo, representado um modelo de jogo para o sistema tático 4-3-3. Este modelo de jogo é dinâmico, com tendência ofensiva, e procura aproximar-se da baliza através da elevada amplitude.

Este modelo de jogo será apresentado através das fases do jogo, sobre as quais já derivamos bastante atenção na nossa comunidade. A compreensão do processo defensivo e ofensivo auxilia na leitura deste modelo de jogo.

Saída de jogo

  • A saída de jogo é sempre efetuada com largura máxima
  • A equipa posiciona-se para trocar a bola no flanco por onde sai a jogar
  • O lateral e extremos contrários ao flanco por onde a equipa sai a jogar posicionam-se para inverter o jogo pelo ar. O lateral está sempre pronto para receber a bola em zonas baixas e o extremo sempre pronto para receber a bola em zonas altas
  • O avançado-centro mantém-se em linha com os defesas-centrais adversários, pronto para explorar as costas da defesa
  • O médio-centro do lado da saída de jogo está sempre pronto para entrar em contenção ou receber a bola
  • O médio-centro contrário ao lado da saída de jogo está sempre pronto para receber a bola e inverter pelo chão para o flanco contrário ou então para subir no terreno e servir a posição atrás do avançado

Construção de situações de finalização

  • O lateral tem autorização para efetuar um cruzamento a partir do meio-campo, direcionado para as costas da defesa, assim como tem espaço para progredir com a bola em direção diagonal
  • O extremo do lado do ataque coloca-se em largura para receber a bola e cruzar
  • O extremo contrário está pronto para finalizar ao poste contrário ao lado do ataque, ou então para abrir em largura e receber a bola na inversão de flanco
  • O médio-centro mais avançado está pronto para receber a bola e rematar de longe, assim como para rematar de longe
  • O avançado está sempre pronto para finalizar e é bastante móvel.
  • O lateral contrário fica atrás, apoiando a defesa.

Situações de finalização

  • O extremo contrário ao cruzamento ataca um poste e o avançado ataca o outro poste
  • O médio-centro mais avançado coloca-se à entrada da área
  • O lateral ofensivo aproxima-se da área, para recuperar ou receber a bola e voltar a cruzar
  • O extremo do lado do ataque mantém a pressão sobre o adversário, sempre pronto para voltar a receber e cruzar
  • Os três defesas e os dois médios mais recuados, mantém a formação 3-2

Equilíbrio defensivo

  • A defesa procura não descer as linhas e o ataque desce as linhas o mais rapidamente possível, criando elevada pressão no meio campo.
  • Se possível, o ataque pressiona ao descer as linhas
  • O médio-centro mais avançado recua na direção da bola
  • O extremo e o lateral do lado do ataque recuam verticalmente no seu corredor, o mais rapidamente possível.
  • O extremo contrário recua e fecha o seu corredor. Se necessário, pressiona no meio campo para elevar a pressão
  • Os defesas-centrais e os médios recuados formam um quadrado, mantendo a contenção e a cobertura defensiva

Recuperação defensiva

  • A equipa organiza-se em 4-4-2, com duas linhas de contenção e cobertura defensiva
  • As linhas são recuadas ligeiramente, mas a pressão no meio campo é mantida.
  • O médio-centro mais avançado assim como o avançado-centro mantém-se prontos para receber a bola quando esta é recuperada
  • O extremo do lado do ataque pressiona sobre o portador da bola e o extremo contrário prepara-se para contra-atacar com direção vertical
  • Se a bola for recuperada, ou o médio-centro mais avançado e o atacante assumem a posse de bola ou o extremo contrário recebe a bola na inversão de flanco. O avançado está sempre pronto para atacar as costas da defesa

Defesa propriamente dita

  • Os quatro defesas formam uma linha de cobertura defensiva
  • Os médios ocupam o espaço em frente aos defesas e pressionam bastante
  • Cada extremo ocupa o seu corredor
  • O avançado mantém-se algo afastado para receber a bola se esta for recuperada em condições para tal
  • A equipa flutua de acordo com o centro do jogo
  • Uma vez que as linhas estão mais baixas, a equipa mantém a posse de bola quando a recuperar. Se possível, tenta levar a bola até ao meio campo e mantê-la nessa zona, até que a equipa adversária recue

Movimentações

Figura 1 – Em largura máxima, o lateral ou extremo passa a bola ao médio-centro mais avançado, que por sua vez passa a bola para o avançado, direcionada para as costas da defesa

Figura 2 – O lateral ou extremo aproveita a oportunidade para cruzar do meio-campo para as costas da defesa

Figura 3 – O lateral ou extremo coloca-se profundo e largo para receber a bola e cruzar

Figura 4 – Se o adversário está posicionada de um lado do campo, a equipa aproveita a oportunidade para inverter o flanco de jogo e explorar o espaço livre

Figura 5 – O médio-centro do lado do centro do jogo fica sempre em apoio, o médio-centro contrário sobe bastante e o trinco fica sempre atrás

Figura 6 – As linhas de marcação mantém-se sempre subidas

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *